Como calcular a probabilidade de ganhar o Euromilhões

Para estarmos melhor informador, vale a pena ver como calcular a probabilidade de ganhar o Euromilhões.

Já praticamente toda a gente jogou, pelo menos uma vez na vida, no Euromilhões. Afinal, a tentação e o desejo de enriquecer em apenas um momento muito grande.  Não é por acaso que o slogan dos Jogos da Santa Casa da Misericórdia, que em Portugal promove este e outros jogos de lotaria, é “a criar excêntricos de um dia para o outro”.

Apostadores bem informados terão sempre de ter em conta a probabilidade de ganhar o Euromilhões, que até não é demasiado difícil de calcular. Para fazermos esta conta temos primeiro de saber a quantidade de apostas possíveis num boletim.

Sabemos o que as regras do jogo ditam: temos de escolher entre 50 números e 12 estrelas sem repetir o mesmo número duas vezes, e a ordem das escolhas não conta. Escolhemos 5 números entre 5, e 2 estrelas entre 12.

Isto dá-nos a seguinte fórmula de cálculo:

Agora já sabe como calcular a probabilidade de ganhar o Euromilhões. O resultado é que há 139.838.160 casos possíveis para apostar, o que significa que para ter a certeza absoluta que iriamos ganhar teríamos de apostar 349.595.400 euros, quase 350 milhões.

O primeiro prémio foi estabelecido em 220 milhões, logo é impossível lucrarmos tendo a certeza que ganhamos. Além disso, é possível outra pessoa ganhar o primeiro prémio e assim dividíamos os ganhos.

Mesmo contabilizando todos os outros prémios ganhos, não valeria a pena o elevado custo. Isto para não falar no trabalho que teríamos em preencher todos os boletins sem erros.

Fraca probabilidade de ganhar

A probabilidade de um boletim acertar a chave premiada do Euromilhões é, como vimos, de 1 em 139 milhões. A matemática não deixa mentir, é altamente improvável que qualquer um apostador venha a ganhar o prémio máximo do Euromilhões. Então porque é que as pessoas continuam a apostar semanalmente?

Na verdade, são várias as razões que levam a isso. Começando logo pelo facto de este ser um jogo muito fácil, simples e rápido de jogar. Qualquer pessoa pode apostar, desde que seja maior de idade, e para isso apenas tem que se dirigir a uma das lojas registadas para o efeito e registar um boletim específico. É um processo de poucos segundos e apenas custa 2,50 euros.

No entanto, a razão principal que leva milhares de pessoas a jogar no Euromilhões todas as semanas, em 9 países da Europa, prende-se pela relação extremamente competitiva e apelativa entre o custo e o benefício.

É certo que a probabilidade de vencer é muito baixa, mas o prémio elevado é suficientemente alto para que a tentação se sobreponha a qualquer outro sentimento. É a vitória da emoção sobre a razão.

E, claro, existe ainda uma outra razão. É que o Euromilhões tem mais 13 níveis de prémios. Basta acertar dois dos cinco números em que aposta para ganhar desde logo algum dinheiro. Esses prémios podem não ser muito elevados, mas ajudam a minimizar o gasto e, na maioria das vezes, até rentabilizar o dinheiro investido.

Essa pequena recompensa acaba por minimizar ainda mais a noção de risco do momento da aposta, fazendo com que, quanto mais vezes ganhem, mais os apostadores quererão jogar.

Prémios do Euromilhões

O Euromilhões é a maior lotaria Europeia, que envolve nove países da Europa, a saber: Portugal, Espanha, França, Luxemburgo, Irlanda, Reino Unido, Suíça, Bélgica e Áustria. Foi criado em 2004 e introduzido em fevereiro desse ano. Todas as semanas existem dois sorteios, um à terça-feira e outro à sexta-feira.

As regras do Euromilhões são muito fáceis e intuitivas, de forma a que qualquer pessoa possa apostar em poucos momentos. Para ganhar o primeiro prémio tem que acertar todos os números, mas existem 13 outras combinações que também valem dinheiro, começando logo pelo acerto de dois dos números mais simples.

Cada jogador pode apostar a quantidade de vezes que quiser por sorteio, existindo apostas múltiplas. Além disso, esta aposta dá ainda direito a outro jogo, de forma automática. Sempre que não existe um vencedor do primeiro prémio, esse acumula para o sorteio seguinte. Contudo, existe um teto máximo: o jackpot nunca pode ser superior a 220 milhões de euros.

Em Portugal existe ainda um jogo automático quando apostamos no Euromilhões, ele chama-se M1lhão e, como o próprio nome indica, oferece ao vencer 1 milhão de euros. Cada boletim registado gera automaticamente um número de cinco algarismos. Quem acertar nesse número que é extraído ao mesmo tempo que o sorteio semanal do Euromilhões ganha imediatamente o prémio do Milhão.

Milionários do dia para a noite

Já aqui vimos que a probabilidade de ganhar o Euromilhões é muito baixa. Aliás, a matemática mostra que é mesmo mais provável alguém ir à lua do que vencer esta lotaria.

E, mesmo assim, todas as semanas assistimos a alguém a tornar-se milionário do dia para a noite, graças a esta lotaria. É precisamente isso que nos faz continuar a sonhar, até porque isso não cobra imposto e, claro, toda a gente sonha.

Desde que foi lançado, em 2004, o Euromilhões já premiou mais de 3 mil milhões de vezes, um número extremamente generoso. Além disso, logo em outubro desse ano, um anónimo apostador de Castelo Branco arrecadou o primeiro prémio máximo do Euromilhões em Portugal até há data. Na altura foram 190 mil euros, o máximo que a lotaria permitia nesse tempo. 

Contudo, o maior prémio de sempre a ser atribuído pelo Euromilhões aconteceu em fevereiro de 2021. Na Suíça, um apostador anónimo amealhou a maior quantia de sempre do Euromilhões, 210 milhões de euros, apenas 3 meses após o limite máximo do jogo ter sido estabelecido.

O novo milionário triplicou o valor da sua aposta em 32,8 milhões de vezes.

Reply