Onde saiu o Totoloto: é possível saber?

Muita gente procura saber onde saiu o Totoloto, mas por norma não é possível saber onde saiu o grande prémio. Em outro tipo de lotarias, como o Euromilhões, é anunciado o país em que ele sai. Isso deve-se a uma manobra publicitária, de forma a procurar aumentar o número de apostadores e captar novos jogadores.

O Totoloto, sendo uma lotaria internacional, com um maior público-alvo envolvido, anunciar o país do vencedor acaba por ser um fator de identificação bem mais baixo. Assim, o facto dos Jogos Sociais da Santa Casa da Misericórdia – a entidade que gere o Totoloto e demais lotarias em Portugal – nunca anunciarem a identidade dos vencedores dos seus prémios poderá estar relacionado com a privacidade dos apostadores.

É possível saber onde saiu o Totoloto?

A não ser que o vencedor seja anunciado e queira que a sua grande sorte seja pública, por norma não é possível saber onde saiu o Totoloto. A identidade do apostador fica até por vezes escondida para evitar que este tenha algum tipo de complicação associado ao prémio.

Afinal o Totoloto tem sempre um prémio máximo acima de um milhão de euros, que mesmo depois de pagos os devidos impostos continua a ser um valor extremamente alto para qualquer português.

O facto de que não é possível saber onde saiu o Totoloto na maior parte dos sorteios deverá até ser algo a considerar quando os apostadores escolhem entre o Euromilhões ou o Totoloto, visto que o segundo tem muito menos publicidade à sua volta, logo a privacidade é maior.

Como levantar um grande prémio?

De forma a salvaguardar a privacidade de quem acerta nos prémios de qualquer uma das lotarias, a lei diz que a identidade do vencedor não deve ser revelada. Isso não quer dizer que o próprio não o anuncie. No entanto, essa é uma decisão que cabe única e exclusivamente ao vencedor e não à entidade promotora ou reguladora.

No caso do Euromilhões, é sempre anunciado o país do vencedor do primeiro prémio. Sendo este um sorteio a nível europeu, esta informação apenas aumenta a credibilidade do jogo sem revelador a identidade do apostador.

 No caso do Totoloto, como estamos a falar apenas do território nacional, não é anunciada qualquer tipo de informação sobre os vencedores. Aliás, para qualquer prémio do Totoloto superior a 150 euros, o apostador deve sempre dirigir-se à Santa Casa da Misericórdia, já que estes são pagos diretamente por transferência bancária.

E para todos os prémios entre os 2,000 e os 5,000 euros, é necessário preencher um formulário para validar os seus dados de identificação, de forma a evitar qualquer tipo de erro ou grude. De lembrar ainda que prémios superiores a 5 mil euros estão sujeitos à tributação de 20% de acordo com a legislação em vigor.

Porquê esconder quem vence o Totoloto?

A história mostra que a privacidade dos grandes vencedores da lotaria, seja ela qual for, deve ser mantida. Isso porque leva a que várias pessoas procurem estes apostadores no sentido de lhes pedirem dinheiro, sugestões de investimento ou simplesmente em busca de também eles terem alguma boa sorte.

Os próprios estabelecimentos em que são registados boletins vencedores ganham mais clientes à conta disso, que procuram beneficiar de uma espécie de rastro de boa sorte, e é por isso que a maioria das lojas partilha na montra os prémios que já atribuiu no passado.

Um dos vencedores conhecidos do Totoloto, que venceu o sorteio em 2001 e ganhou 400,000 acabou por voltar a ficar na miséria.

As razões foram simples: muitos investimentos errados e, sobretudo, uma proposta de parceria de investimento de sócios com intenções erradas. Os verdadeiros amigos do alheio, como diz a sabedoria popular.

Por isso, para evitar mal-entendidos e dissabores, continua a ser altamente recomendado manter em segredo qualquer vitória de um grande prémio em qualquer tipo de lotaria. O importante é adotar uma postura sensata, no sentido de guardar e investir o dinheiro com ponderação, sem cair em gastos desnecessários e sem dar passos maiores que a própria perna.

Reply