Quais os 5 Números Mais Saídos no Euromilhões?

Quem joga no Euromilhões – assim como em outra lotaria qualquer – acaba sempre por ter números favoritos. Há quem jogue sempre com uma chave fixa, há quem utilize números da sorte, e há quem vá pelos números mais saídos no Euromilhões.


Mas existem números com maior probabilidade de sair do que outros? É uma questão pertinente e a resposta é: sim e não. A probabilidade de qualquer número de sair no Euromilhões é exatamente igual. Diz a matemática que a chance de sair qualquer número no Euromilhões é igual tendo em conta que existem 50 números para escolher e nada os distingue. E, no entanto, existem números que já saíram mais vezes do que outros.

Numa realidade temporal que não sabemos qual é, os outros números irão sair exatamente as mesmas vezes. É isso que diz a estatística. Todos as combinações possíveis tendem a caminhar para o infinito e, a determinada altura, irão encontrar o balanço perfeito.

Os números que mais saem no Euromilhões

Desde que foi lançado, em fevereiro do ano de 2004, já perdemos a conta ao número de sorteios do Euromilhões. No entanto, basta pesquisar no site oficial da lotaria para encontrar todas as estatísticas referentes aos números que já saíram mais e menos vezes até há data.

E é nessa tabela que percebemos que o 23 é aquele que sai mais: desde 2004 já foi extraído 166 vezes, o que dá uma percentagem de 11,48%. A seguir ao 23 veio o 44, com 11,34%, e a seguir o 50, com 11,27%. De seguida o 19, com 11,20%, e por fim o 5, com 11,07%.

No que toca às estrelas, a mais saída foi o 2, com 295 saídas – 20,4% – e o 3 com 290 saídas – 20,06%.

NúmerosSaídas% de saídas
2316611,48
4416411,34
5016311,27
1916211,20
516011,07
Estrelas
229020,40
329520,06
Dados via Jogos Santa Casa

Na ponta oposta da tabela aprece o 22, precisamente o número anterior ao 23, com um total de 119 extrações, o que dá uma percentagem de 8,23%. O que significa a análise destes números? Absolutamente nada, apenas a confirmação da aleatoriedade da lotaria, um jogo de azar que, como o próprio nome indica, está totalmente dependente da sorte.

Então quer dizer que apostar mais no 23 e menos no 22 é uma boa estratégia de jogo? Mais uma vez a resposta é sim e não. Por um lado, a estatística diz que sim, já que parece haver uma tendência para o 23 sair mais vezes quando comparado com os outros 49 números a sorteio. No entanto, apostar no 22 também não é uma estratégia errada.

Sendo um número menos provável de sair significa que há menos jogadores a apostar nele. Isso diz que, em caso de vitória, provavelmente terá que dividir o prémio com menos pessoas.

Como é sabido, para acertar o primeiro prémio do Euromilhões é necessário acertar 5 números que vão do 1 ao 50 e duas estrelas que vão do 1 ao 12. Quanto às estrelas da sorte, é o 2 aquele que saiu mais vezes até hoje, com um total de 295 extrações, o que dá 20,40% de probabilidade.

Na outra ponta da tabela surge o 12, a última estrela, com apenas 83 extrações, o que dá um total de 16,40% de probabilidade de sair.

Isto não significa que é mais provável que o número 23, que é o que saiu mais vezes até há data, saia mais do que, por exemplo, o número 22, que é o que saiu menos. Apenas quer dizer que, até ao momento, esses números saíram mais vezes.

Números quentes e frios

Perceber a importância dos números que mais saem no Euromilhões passa também por perceber um pouco a teoria dos números quentes e frios, muito usada não só em jogos tipo lotaria, mas outros jogos de azar como a roleta, por exemplo.

Esta teoria dita que números que têm sido sorteados com maior frequência recentemente estão “quentes” e continuará a sair até arrefecer. Por outro lado, se um número já não é sorteado há muito tempo diz-se que está “frio” e não vai sair até aquecer.

Os seguidores destas teorias baseiam estratégias nela, mas na realidade a estatística continua a ser a mesma – cabe a cada um saber a estratégia que pretende usar neste tipo de jogos. No site do Euromilhões pode consultar que números estão quentes e frios.

O que é o Euromilhões?

O Euromilhões é a maior lotaria a nível Europeu, que é jogado em nove países europeus. Além de Portugal, também a Áustria, a Bélgica, a Irlanda, o Luxemburgo, a França, a Espanha, a Suíça e o Reino Unido fazem parte deste jogo transacional.

O Euromilhões surgiu em 2004, tendo o primeiro sorteio sido extraído em fevereiro desse ano. Semanalmente existem dois sorteios, o primeiro à terça-feira e o segundo à sexta-feira, que é transmitido em direto para os 9 países aderentes.

Quanto às regras, são muito simples e fáceis. O apostador tem que acertar em 5 números, que vão do 1 aos 50, e em duas estrelas da sorte, que vão do 1 ao 12. A facilidade do jogo, que é muito intuitivo e rápido, explica a sua enorme popularidade, assim como os avultados preciso em jogo. A aposta mínima é de 2,50€ e o primeiro prémio pode chegar a um máximo de 220 milhões de euros, de acordo com o site oficial.

No entanto, existem outros níveis de prémios, que começam a partir dos 2 números acertados. Ao todo, são 13 as combinações premiadas e o valor a concurso depende sempre do número de bilhetes registados.

Quando não há um primeiro prémio extraído, o valor passa para o sorteio seguinte, se bem que o jackpot nunca pode ser superior aos tais 220 milhões de euros. Ao fim de quatro sorteios com este valor, se continua a não haver quem acerta no primeiro prémio, este é dividido pelos vencedores dos níveis seguintes.

Além disso, ao registar um boletim do Euromilhões, o apostador fica automaticamente habilitado a um segundo prémio. Em Portugal, este chama-se Milhão e, como o próprio nome indica, tem um prémio de 1 milhão de euros. Cada boletim registado gera automaticamente um número de 5 algarismo e o vencedor é aquele que acertar no número sorteado.

Qual a probabilidade de vencer o Euromilhões?

Já toda a gente sonhou pelo menos uma vez na vida em ganhar o Euromilhões. Afinal de contas, é uma forma super simples e rápida de enriquecer, sem ter que fazer absolutamente nada, a não ser apostar num boletim com 5 números e 2 estrelas da sorte.

Mas a verdade é que isso é extremamente improvável de acontecer. É a que a matemática, mais uma vez, explica que a probabilidade de vencer o Euromilhões é de 1 em 139 milhões, sendo o jackpot médio de €53.4 milhões.

No entanto, isso não demove as pessoas de jogarem no Euromilhões, que é inclusive uma das lotarias mais populares em todo o Portugal continental e nas regiões autónomas da Madeira e dos Açores. Isso deve-se à relação extremamente apelativa e competitiva entre custo e benefício. Ou seja, os riscos associados são altos, mas o prémio é tão elevado que compensa claramente a tentativa.

Por exemplo, dizem as estatísticas que é mais provável tornar-se astronauta, sendo essas probabilidades de 1 em 12,1 milhões. Contudo, quando fazemos esta contabilidade esquecem-nos dos outros prémios secundários do Euromilhões, que ajudam a minimizar o investimento e a retirar algum rendimento semanal de quando em vez.

É certo que a sorte grande não é para todos, mas sonhar não paga impostos e todos o fazem. Por isso, o melhor é mesmo seguir algumas dicas que ajudam a mitigar os riscos associados e a aumentar as chances de acertar num prémio do Euromilhões, mesmo que não seja o primeiro.

Por exemplo, se jogar em sociedade com colegas, amigos ou familiares, estará a aumentar exponencialmente a chance de vencer um prémio. Se a probabilidade de ganhar o Euromilhões é de 1 em 139 milhões, a probabilidade de isso acontecer ao jogar numa sociedade de 5 pessoas passa a ser exponencialmente de 5 em 139 milhões.

Fique a saber que o prémio mínio de €4,15 está bem mais alcançável, sendo a probabilidade de o ganhar 1 em 22. Note que qualquer ganho acima de €5.000 em Portugal implica pagar um imposto de selo de 20% sobre o valor ganho.

O mais importante de tudo é adotar uma postura sensata, responsável e inteligente e não apostar acima das suas possibilidades.

Reply