Lotaria clássica: prémios máximos e onde os levantar

A lotaria clássica, o mais antigo dos jogos sociais da Santa Casa da Misericórdia em Portugal, é também um dos mais populares junto do grande público. É uma lotaria extremamente simples, fácil e rápida de jogar, mas com prémios bem atraentes.

Os apostadores podem comprar os seus boletins desta lotaria, na quantidade que quiserem, num dos vários agentes certificados da Santa Casa da Misericórdia.

Aquele que acertar no número vencedor recebe na sua conta o primeiro prémio, enquanto que existem ainda prémios secundários, e prémios para quem acertar os últimos algarismos ou tiver mesmo aproximações vitoriosas ao prémio sorteado.

A lotaria clássica surgiu em Portugal, de forma oficial, por decreto da rainha D. Maria I, que entregou a concessão do jogo à Santa Casa da Misericórdia, com o objetivo com que estes recolhessem fundos para a sua atividade social.

Além disso, era também uma forma de combater o jogo ilegal, que proliferava no reino. Atualmente, a Santa Casa da Misericórdia continua a explorar os jogos sociais em Portugal e a Lotaria clássica faz já parte do ADN cultural dos portugueses, servindo também como celebração da cultura e do património nacionais através das suas taludas.

Prémios máximos na lotaria clássica

O prémio da Lotaria clássica corresponde a 1/5 do valor atribuído ao bilhete e, tendo em conta que os boletins variam entre os 5 e dos 15 euros, os prémios máximos variam entre os 600 mil euros e o 1 milhão e 200 mil euros em média.

No entanto, o recorde do prémio mais alto atribuído pela Lotaria clássica aconteceu numa extração extraordinária da Lotaria do Natal, em que o primeiro prémio foi de 12 milhões e 500 mil euros.

Sempre que compra uma cautela para jogar, o plano de prémios vem impresso no verso do boletim. Isso serve para que tenha acesso a toda a informação oficial e necessária sobre qualquer extração.

Existem três tipos de concursos na Lotaria clássica em Portugal. As extrações ordinárias são aquelas que rodam todas as segundas-feiras e o boletim tem o valor de 5 euros.

Depois, existem os concursos especiais, em que as cautelas têm o valor de 10 euros. E, finalmente, as extrações extraordinárias, como a já mencionada Lotaria do Natal, cujo boletim já vale 15 euros.

É pela grande quantidade de prémios e a alta probabilidade de se ganhar qualquer coisa que a Lotaria clássica se assume como o jogo de azar em Portugal com as maiores chances de ganhar um prémio. Estima-se que 1 em cada 3 frações emitidas é premiada.

Como funciona o plano e distribuição de prémios

Existem diferentes tipos de extrações da Lotaria clássica e o valor do seu boletim depende disso. Por exemplo, para cada extração ordinária o boletim – também conhecido comumente como cautela – tem o valor de 5 euros.

Para os concursos especiais, a cautela já custa 10 euros. E, finalmente, existem ainda os concursos extraordinários, cujo bilhete tem o valor de 15 euros.

Na lotaria clássica pode haver mais do que uma extração e é o jogador que tem que decidir em qual quer jogar. Os prémios são determinados de acordo com as terminações dos três principais prémios.

O primeiro prémio é, naturalmente, o mais alto de todos, enquanto que o segundo prémio recebe cerca de 10 por cento do valor total e o terceiro prémio recebe cerca de 5 por cento. No entanto, existem muitos prémios secundários, que são muito comuns, e que têm como base as terminações.

Por exemplo, se tiver dois ou três algarismos finais iguais a um dos prémios, recebe também um valor monetário. Ou seja, quantos mais algarismos acertar, maior será o prémio respetivo.

Assim, e de forma reduzida, os prémios máximos da Lotaria clássica dividem-se da seguinte forma: o prémio principal, para quem acerta no número completo; as terminações; as aproximações; sequências formadas; e as centenas dos prémios.

As extrações da Lotaria clássica acontecem sempre à segunda-feira, com transmissão em direto no segundo canal da estação pública. Normalmente, tem início às 21h45, na RTP2.

Onde e como levantar prémios da lotaria clássica

A resposta à questão “onde levantar um prémio?” depende de vários fatores, nomeadamente o valor da aposta ganha e a forma como registou o boletim. Por exemplo, de acordo com a lei em vigor em Portugal, todos os vencedores de um prémio superior a 2 ml euros têm obrigatoriamente de se identificar, o que significa que os grandes prémios nunca são anónimos, pelo menos para a Santa Casa.

No entanto, como é natural, o apostador tem sempre o direito à sua privacidade e a sua identidade só é revelada se o próprio assim fizer questão.

Para prémios até 5 mil euros, basta ir ao site oficial dos Jogos Sociais da Santa Casa da Misericórdia e preencher o devido formulário online que lá se encontra. Após a validação dos dados, o prémio é transferido automaticamente para o seu IBAN.

No entanto, para prémios mais avultados, superiores a 5 mil euros, já tem que o fazer pessoalmente nas instalações do Departamento de Jogos da Santa Casa, em Lisboa, de forma a proceder à sua identificação pessoal. O valor do prémio também lhe será transferido posteriormente para o IBAN que indicar.

Os prémios mais baixos são relativamente mais fáceis de recolher. Qualquer prémio até 150 euros levanta-se facilmente em qualquer agente certificado para os jogos da Santa Casa, tendo para isso que apresentar apenas o bilhete premiado.

O prémio é-lhe então pago em dinheiro, de acordo com a liquidez de caixa do agente.

Impostos a pagar sobre ganhos

Em Portugal, a lei diz que os prémios ganhos que sejam superiores a 5 mil euros estão sujeitos ao pagamento de selo de 20%, sendo que este imposto é aplicado até a prémios do Euormilhões. No entanto, o vencedor não tem que se preocupar com esse pagamento, uma vez que o respetivo imposto é logo retido na fonte.

Por isso, na maioria das vezes, os Jogos Sociais da Santa Casa anunciam os seus prémios logo com o valor líquido, para que o apostador não seja induzido em erro. Em Portugal, os prémios de jogo não estão ainda sujeitos a IRS.

Como aumentar a probabilidade de ganhar na lotaria clássica

Diz a matemática que, em Portugal, a Lotaria clássica é o jogo de azar com as maiores probabilidades de sucesso de todos. Os dados oficiais mostram que uma em cada três frações emitidas é premiada, o que faz desta lotaria um dos mais populares e apelativos jogos junto dos apostadores nacionais.

Isso acontece porque a Lotaria clássica faz uma distribuição dos prémios mais generosa. Isto significa que continua a ser extremamente improvável ganhar o primeiro prémio da lotaria, mas que a chance de ganhar um prémio secundário é bem mais alta.

E é isso que acaba por atrair mais apostadores. Esses prémios secundários ajudam a diminuir o investimento e a recuperar algum do dinheiro investido, aumentando a tentação do jogo por tornar a relação entre custo e benefício ainda mais apelativa.

Além disso, há ainda algumas dicas que pode seguir para melhorar ainda mais as suas probabilidades de sucesso. Obviamente que, sendo este um jogo de azar, não existe nenhuma fórmula mágica ou infalível para ganhar sempre. Ao adotar determinados procedimentos e comportamentos, estará a mitigar os riscos associados e a aumentar a probabilidade de vitória.

Jogue em sociedade

Ao apostar isoladamente, a sua probabilidade de ganhar é muito mais baixa do que se o fizer em equipa, com os seus amigos, colegas ou familiares, já que está a aumentar a sua exposição aos resultados finais.

A matemática aqui é simples: o risco é dividido por todos os apostadores da sociedade e a distribuição de prémios implica que alguém pode ter ganho algo maior a ser dividido por todos.

Aposte apenas quando os prémios forem maiores

A probabilidade de ganhar a lotaria não é variável como a do Milhão, visto que a lotaria clássica não sai sempre e, como tal, o investimento feito pode cair sempre no vazio. Assim, e de modo a reduzir o risco implícito, pode apostar apenas quando os prémios forem maiores.

Isto significa esperar e ver os sorteios passar semana após semana até um evento especial, mas o dinheiro que poupa ao não jogar na lotaria pode naturalmente ser usado para outros fins.

Evite os números mais saídos

Evitar os números mais saídos na lotaria ajuda-o a, caso saia um dos maiores prémios a mais do que uma pessoa, evitar ter de dividir ganhos.

Estes números não são conhecidos a nível geral, mas localmente em conversas de rua costumam ser sempre partilhados, sendo que nem sempre estes rumores correspondem à verdade.

É tudo apenas uma questão de probabilidade, O fundamental é, sobretudo, adotar uma postura sensata, responsável e inteligente e não apostar acima das suas possibilidades, sob o prejuízo de se endividar ou de gastar o que não tem.

Reply